Cada dia é um dia. Viver um de cada vez.

por Igor Passos

Não tenho pressa, tenho no peito o tamanho do mundo e cabe mais uns minutos pra espera do seu retorno. Quem serás tu dessa vez? Não tenho pressa, mas tenho ansiedade, já não me lembro do teu abraço e nem do teu gosto, mas no meu coração cabe mais alguns minutos para tentar recordar o que fomos um dia um para o outro. Quem seremos nós quando o sonho virar realidade? Não tenho pressa, mas faz frio aqui fora e o desejo de entrar aumenta, ouvi dizer que as pessoas são ruins e cometem atos ruim e desejam apenas o ruim, o desejo do ego, mas prometo te esperar, pois em meu peito ainda há espaço para guardar um pouco de vento e processar um pouco do mundo. Será que você vai ter os braços quentes pra me curar de tudo isso que estou a perceber? Eu prometo, a pressa não me apetece, só que já começa a doer a falta que você faz e as pessoas se mostram piores e se mostram perigosas e se mostram falsas por vontades que nem elas mesmo entendem. Mas meu peito é grande, mesmo com tudo, continua grande, tão grande que ainda guardo nele a fé na humanidade que você me passou. Mas será que vale a pena te esperar? Foi difícil chegar até aqui, você sabe, não tive pressa, mesmo na dor da dúvida, mesmo na angústia do corte, mesmo no turbilhão da espera, fui calmo, só que agora cheguei e parece que você ficou para trás e os sonhos já se foram e o firme se transformou em pó. As pessoas cansadas me fazem perceber que esse caminho é dolorido e não tão válido, você me entende? Elas transformaram o amor em competição, luta de ego, transformaram aquele doce cujo qual você sempre disse, o transformaram em disputa por poder, mas eles não são como você. Eles são nada. São pó do pó. Gananciosos. Mas meu coração continua grande, às vezes, confesso, como agora, ele aperta um pouco, mas aí eu lembro de suas promessas e das poucas flores que encontrei pelo caminho e me lembro de seu sorriso e da meta de vida que traçamos. Quando me lembro disso meu coração volta a inflar e a ter espaço para mais um dia difícil. Aliás, o que seria da vida sem os dias difíceis? Continuo a afirmar, não tenho pressa e isso é o que eu não devo ter e mesmo que eles tentem derrubar a essência de tudo isso, eu te prometo, meu coração continuará grande para que meu sonho nunca morra e que ele nunca durma e que você seja para mim, sempre, o que nunca será para eles.

Eu não tenho pressa e mesmo cercado por pessoas vazias, por pessoas de pó, de pedra, de coração pequenos eu prometo manter o meu aberto: aberto e grande para fazer aquilo que você sempre propôs, a diferença.

Anúncios