Meu amor, o presente é agora!

por Igor Passos

Meu amor,

Cansei de esperar por um momento oportuno para te gritar aos sete ventos tudo isso que transborda quando te vejo. Querido, a vida é um moinho, é um redemoinho, que leva tudo consigo, que destrói as maiores edificações e por isso é necessário que se permita.

O que é o infinito para você? Para mim é poder olhar dentro de seus olhos e enxergar um futuro brando que tanto almejo, é poder sentir no teu sorriso a alegria de viver sendo quem se escolheu ser. Meu querido amor, você é a paz e a tempestade de meus dias.

Mas o que seria o infinito?

Mas mesmo assim é necessário arriscar o agora. Querido, o ano se vai e com ele todos os pensamentos obstruídos em tua mente, meu amor, o presente é agora, façamos história e deixemos o resto para depois.

Só quero lhe dizer que quando te vejo a pedra não é mais pedra e o pássaro se torna minh’alma. Meu doce amor, não suporto mais essa angústia do futuro, eu te quero agora.

Permita-se, o presente é agora! Junte-se a mim e, juntos, quebremos essa ponte que se forma e nos separa, sejamos água e sal para dar sabor a essa vida que mal começou.

Recomece ao meu lado e sinta que o azul do céu só é válido quando compartilhado. Olhar da solidão não tem graça, a dois tudo é mais produtivo.

Meu querido amor, pegue essa dor que assola meu peito pela sua ausência e me ensine a dançar com a alegria que é te amar.

Amar-te hoje, pois o presente é agora. Ser valsa com o vazio e desse vazio te fazer escultura.

Meu amor, eu não tenho a coragem de te perder, então venha, deite ao meu lado e me ajude a colorir os dias, me ajude nessa luta diária que é viver, pois com você viver ganha uma proporção de sentidos.

Sentir o seu lábio sussurrando ao meu que junto é melhor.

Sentir o seu toque no momento de angústia

E ir ao parque

Colorir as tardes

Com você, morrer de amor.

Sem a dor.

Apenas eu e você.

Anúncios